A vida associativa e o Secretariado Geral da AULP (2006-2010; 2014-2016)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Cristina Montalvão Sarmento

Keywords

Resumo

Cultura e poder são forças interligadas que se podem utilizar como um instrumento em benefício estrutural. Importa assegurar que as comunidades de língua portuguesa o saibam conservar, potenciar e transmitir. A língua enquanto código de cultura partilhado é fonte de poder. Este tipo de poder está presente na dimensão política e económica, e mostra que o tipo de poder que a “cultura” veicula tem certamente graus de imaterialidade mas dá corpo a tipos de exercício do poder em formatos benévolos que nos comprazemos a preferir em sociedades pacificamente organizadas. Estes auspícios terão presidido à fundação da Associação das Universidades de Língua Portuguesa pelos intelectuais que pressentiram e intuíram o valor potencial da língua partilhada.

Abstract 26 | PDF Downloads 4