Conhecimento, atitudes e práticas de estudantes universitários angolanos sobre o VIH/SIDA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Isabel Sobral https://orcid.org/0000-0002-0823-5248
Alfredo Bastos https://orcid.org/0000-0002-8282-0787
Marli Stela Santana https://orcid.org/0000-0001-8170-5181

Keywords

conhecimento; atitudes; práticas; VIH/SIDA; estudantes universitários; Angola

Resumo

O conhecimento equivocado sobre a transmissão do VIH, tratamento e conduta diante da seropositividade gera comportamentos de risco capazes de reforçar o aumento de casos de SIDA. O estudo teve como objetivo principal descrever o conhecimento, as atitudes e práticas dos estudantes da Universidade Católica de Angola, em relação ao risco de transmissão do VIH/SIDA. A pesquisa foi realizada com 275 estudantes. Observou-se quanto maior o nível de escolaridade, aumenta a possibilidade da realização do teste do VIH (p= 0,001), com aumento da possibilidade de aceitar conviver com alguém seropositivo (p=0,01), mas diminui a possibilidade de o indivíduo aceitar ter um parceiro VIH positivo (p=0,02). Assim, a maioria dos estudantes demonstrou ter um conhecimento adequado sobre a transmissão do VIH, mas há atitudes e práticas do cotidiano, capazes de influenciar comportamentos de risco na manutenção da propagação do VIH/SIDA.

Abstract 209 | pdf Downloads 93

Referências

Alwafi, H. A., Meer, A. M., Shabkah, A., Mehdawi, F. S., El-haddad, H., Bahabi, N., & Almoallim, H. (2018). Knowledge and attitudes toward HIV/AIDS among the general population of Jeddah, Saudi Arabia. Journal of Infection and Public Health, 11, 80- 84. doi:https://doi.org/10.1016/j.
jiph.2017.04.005
Alhasawi, A., Grover, S. B., Sadek, A., Ashoor, I., Alkhabbaz, I., & Almasri, S. (2019). Assessing HIV/AIDS Knowledge, Awareness, and Attitudes among Senior High School Students in Kuwait. Medical principles and practice: international journal of the Kuwait University, Health Science Centre, 28(5), 470–476. https://doi.org/10.1159/000500307
Batra, S., Memon, Z. A., Ochani, R. K., Awan, S., Bhimani, S., Siddiqui, Y., Mohiuddin, A., & Farooqi, H. A. (2020). Knowledge, attitude and practice of medical students towards HIV patients in their pre-clinical and post-clinical years in Karachi, Pakistan: a dual-center cross-sectional study. Le infezioni in medicina, 28(2), 231–237.
Bonfim, E. V. (Março de 2020). Origem e filogeografia do VIH-1 no arquipélago de São Tomé e Príncipe. Dissertação de Mestrado. Obtido em Abril de 2020, de http://hdl.handle.net/10362/116292
Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). (Julho de 2020). Estratégia Regional para o VIH, tuberculose, hepatite B&C e saúde reprodutiva e sexual e direitos entre as populações-chave na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. Obtido em
20 de Abril de 2021, de: https://idpc.net/pt/publication/2020/09/estrategia-regional-para-o-vih-tuberculose-hepatite-b-c-e-saude-reprodutiva-e-sexual-e-direitos-entre-as-populacoes-chave-na-cedeao
Cunha, S. M. (2010). Avaliação do conhecimento sobre VIH/SIDA dos doentes na consulta de imunologia do CHP-HSA. Dissertação de mestrado. Porto, Portugal. Obtido de https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/53393/2/Dissertão.pdf Programa Conjunto das Nações Unidas Sobre o VIH/SIDA (ONUSIDA) & Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). (2018). Epidemiologia de VIH nos Países de Língua Oficial Portuguesa. 4ª edição. Obtido de: https://www.google.com/searchq=Epidemia+do+HIV+na+Comunidade+dos+Pa%C3%ADses+de+L%C3%ADngua+Portuguesa+CPLP (Quarta+Edi%-C3%A7%C3%A3o&rlz=1C1GCEU_pt
Dantas, M. d., Abrão, F. d., Costa, S. G., & Oliveira, D. C. (Abr-Jun de 2015). HIV/AIDS: significados atribuídos por homens trabalhadores da saúde. Esc. Anna Nery Revista de Enfermagem, 19. doi:10.5935/1414_8145.20150044
Direção Geral da Saúde (DGS) & Instituto Nacional de Saúde (INSA). (2020). Infeção VIH e SIDA em Portugal. Portugal. Obtido de DGS-INSA-RelatVIHSIDA-2020.pdf
Duro, M. (2016). VIH/Sida, Breve história de uma nova/velha infeção. Acta Farmacêutica Portuguesa, 5, 24- 35. Obtido de https://www.researchgate.net/publication/312056096_VIHSida_Breve_historia_de_uma_novavelha_infecao_HIVAIDS_A_Brief_History_of_a_newold_infection
Dzah, S.M., Tarkang, E. E., & Lutala, P. M. (2019). Knowledge, attitudes and practices regarding HIV/AIDS among senior high school students in Sekondi- Takoradi metropoli’s Ghana. African Journal of Primary Health Care & Family Medicine, 1- 11. doi:10.4102/phcfm.v1i1.1875
Estifanos, TM., Hui, C., Tesfai, AW., Teklu, ME., Ghebrehiwet, MA., Embaye, KS., & Andegiorgish, AK (2021). Preditores de conhecimento abrangente sobre HIV / AIDS e atitude de aceitação em relação a pessoas que vivem com HIV / AIDS entre jovens solteiras em Uganda: um estudo transversal. Saúde da mulher BMC , 21 (1), 37. https://doi.org/10.1186/s12905-021-01176-w
Farotimi, A. A., Esike, J., Nwozichi, C. U., Ojediram, T. D., & Ojewole, F. O. (January-June de 2015). Knowledge, attitude, and Healtheare -Seeking Behavior Towards Dysmenorrhea among Flemale Students of a Private University in Ogun State, Nigéria. Journal of Basic and Clinical
Reproductive Sciences, 4, 705-711. doi:10.4103/2278-960X.153524
Haroun, D., Saleh, O. E., Wood1, L., Mechli, R., Marzouqi, N. A., & Anouti, S. (25 de February de 2016). Assessing Knowledge of, and Attitudes to, HIV/AIDS among University Students in the United Arab Emirates. (PLOS/one, Ed.) Journal Pone, 1-11. DOI: 10.1371/journal.pone.0149920
Instituto Nacional de Estatística (INE)., Ministério da Saúde (MINSA)., Ministério do Planeamento e Desenvolvimento Territorial (MINPLAN) e ICF. (2017). Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS) 2015-2016. Luanda. Obtido de https://dhsprogram.com/pubs/pdf/fr327/fr327.pdf
Instituto Nacional de Luta Contra a SIDA, (INLS). (2018). Mapeamento Programático e Prevalência de VIH e Outras ITS Entre Populações Chave de Angola: Estudo Place 2017. Angola. Obtido de: https://www.fhi360.org/sites/default/files/media/documents/resource-linkages-portuguese-angola-place-june-2018.pdf
Silva, SPC., Rocha, TA., Pereira, PJ., Martins, VHS., Cardoso, AM., Guisande, TCCA. (2020). Vulnerabilidade para IST/HIV/AIDS: conhecimentos, atitudes e práticas de adolescentes. Vulnerability for STD/HIV/AIDS: knowledge, attitudes and practices of adolescentes. Vulnerabilidad al IST/VIH/SIDA: conocimientos, actitudes y prácticas de los adolescentes. Brasil. Research, Society and Development, v. 9, n. 12, e3391210647, 2020 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i12.10647
Maloa, B. (2014). Conhecimentos, Atitudes, Crenças e Comportamentos em Relação ao VIH-AIDS nas Escolas Secundárias: Um Estudo Comparativo Entre as Cidades de Maputo, Beira e Lichinga em Moçambique. 1-199. Salvador. Obtido de https://pospsi.ufba.br/sites/pospsi.ufba.
br/files/benvindo_maloa_tese.pdf
Martins, A., Chaves, C., Carvalho, MC., Pereira, M. (2018). Que fatores psicossociais se associam à realização do Teste ao VIH? Portugal. Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde - SPPS - www.sp-ps.pt DOI: http://dx.doi.org/10.15309/18psd190102.
Matola, SEA. (2021). Reforço do Serviço Social em Relação Às Dimensões Sociais da Pandemia de VIH/SIDA em Moçambique Projeto de Intervenção Social. Portugal. Obtido de https://eg.uc.pt/bitstream/10316/95107/1/Projeto%20final%20Sheila%20Matola%2010-03-2021.pdf
Mateus, J. V. (2014). Qualidade de Vida e conping familiar na anemia falciforme e VIH/SIDA: Estudo Comparativo numa amostra angolana. Dissertação de Mestrado, 1-48. Coimbra, Portugal. Obtido de: https://estudogeral.sib.uc.pt/bitstream/10316/28422/3/TESE%20-%20Jos%-
c3%a9%20Mateus.pd
Ministério da Saúde (OMS) & Instituto Nacional de Luta Contra a SIDA (INLS). (2015). Normas de Tratamento Antiretroviral. 4, 1-162. Luanda, Angola. Obtido de: https://www.childrenandaids.org/sites/default/files/2018-05/Angola_Nat%20Guidelines%20ART_2015%20pt.pdf
Mugabe, D., Bhatt, N., Carlucci, JG., Gudo, ES., Sidat, WGM., Moon, T.D. (2019). Não recebimento auto-relatado de resultados de teste de HIV: barreira silenciosa para o controle da epidemia de HIV em Moçambique. https://doi.org/10.1371/journal. pone.0224102.
Mwale, M., & Muula, A. (2018). Effects of adolescent exposure to behaviour Change interventions on their HIV risk reduction in Northern Malawi: a situation analysis. Sahara- J: Journal of social Aspects of HIV/AIDS, 15, 146-154. https://doi.org/10.1080/17290376.2018.1529612
Oliveira, C. B. (Março de 2021). E a minha vida se tornou em um retrato em preto-e-branco: o ser-em e a vivência da afectividade permeada pelo diagnóstico do VIH. Dissertação de Mestrado, 1-127. Manaus, Brasil. Obtido de: https://tede.ufam.edu.br/bitstream/tede/8204/6/Disserta%-
c3%a7%c3%a3o_C%c3%adceroOliveira_PPGPSI.pdf
Oliveira, IG., Santos, LVF., Silva, AUA., Araújo, MFM., Braga, HFGM., Melo, ESJ. (2021). Análise de Campanhas Televisivas Sobre HIV/AIDS: Interfaces Entre Brasil e Angola. Analysis of Television Campaigns on HIV/AIDS: Interfaces Between Brazil And Angola. Análisis de Campanas Televisivas Sobre VIH/SIDA: Interfaces Entre Brasil y Angola. Brasil. Rev baiana enferm (2021); 35: e38280. Obtido de DOI 10.18471/rbe.v35.38280
Organização Mundial da Saúde, (OMS). (2018). Relatório dos Progressos na Implementação da Estratégia Mundial do Sector da Saúde para o VIH/SIDA 2016-2021. Senegal. Obtido de https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/333655/AFR-RC68-INF-DOC-6-por.pdf
Wozniak, R. J., Cerqueira, N. B., Dantas, M., Mahafe, B., Barros, D., Alves de Medeiros, E., Soares de Oliveira, A. C., Sabino, T., Roggenbuck, A., Avelino-Silva, V. I., Johnston, C. D., Marston, J. L., Bidegain, S. C., Magnus, M., Kallas, E. G., Nixon, D. F., & Donini, C. S. (2020). Factors associated with attitudes towards HIV cure research among transgender women and travestis: a cross-sectional survey in São Paulo, Brazil. BMJ open, 10(11), e040092. https://doi.org/10.1136/bmjopen-2020-040092