Literacia Radiológica: o que os utentes sabem sobre radiação ionizante?

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Bianca Isabel Costa Vicente https://orcid.org/0000-0002-1056-5342
Diogo Varandas Mestre
Rui Pedro Pereira de Almeida
Sónia Isabel do Espírito Santo Rodrigues
António Fernando Caldeira Lagem Abrantes
Luís Pedro Vieira Ribeiro

Keywords

literacia radiológica; radiação ionizante; literacia em saúde; profissionais de saúde; exames imagiológicos

Resumo

A exposição a fontes de radiação para fins médicos é uma componente essencial e estabelecida na prática médica que apresenta benefícios inquestionáveis, mas também riscos associados. Como tal, é necessária a sensibilização da população para a perceção dos riscos de forma a melhorar os seus níveis de literacia. Através de um estudo descritivo-correlacional pretendeu-se avaliar o conhecimento dos utentes sobre a radiação ionizante e os seus potenciais efeitos. Foi adotado um método de amostragem não probabilístico acidental, e a amostra foi constituída por 181 utentes. Face aos resultados atingidos, foi possível concluir que, apesar de a maioria dos utentes apresentar conhecimentos básicos acerca das radiações ionizantes e das técnicas imagiológicas que as utilizam, existe carência e necessidade de prestação de esclarecimentos acerca dos procedimentos imagiológicos bem como dos riscos e benefícios inerentes à sua realização. Constatou-se também que o grau de conhecimento acerca da temática em questão depende da faixa etária, verificando-se uma maior literacia radiológica em indivíduos mais jovens. Apesar dos resultados relativamente favoráveis do estudo, considera-se necessária a adoção de estratégias de comunicação da informação adequadas que contribuam para o incremento da literacia radiológica da população.

Abstract 114 | pdf Downloads 73

Referências

Alhasan, M., Abdelrahman, M., Alewaidat, H. & Khader, Y. (2015). Medical Radiation Knowledge among Patients in Local Hospitals. Journal of Medical Imaging and Radiation Sciences, 46 (1), 45-49.
Barros, B. (2021). Literacia Radiológica: o que se sabe e qual a importância?. Roentgen, 2 (1), 41-47.
Chaturvedi, A., Jain, V. (2019). Effect of Ionizing Radiation on Human Health. International Journal of Plant and Environment, 5 (3), 200-205.
Costa, C., Preto, L., & Rodrigues, V. (2015). O conhecimento dos utentes sobre os riscos da radiação X. Saúde: do Desafio ao Compromisso (1ª Ed.). ISBN: 978-989-97708-5-0
Decreto-Lei n.º 108. (2018). Diário da República, 1.a série — N.º 232 — 3 de dezembro de 2018.
Direção-Geral da Saúde (2019). Plano de Ação para a Literacia em Saúde 2019-2021. Consultado
em: http://portaisch.azurewebsites.net/chpl/wp-content/uploads/sites/39/2019/11/plano-de-acao-para-a-literacia-em-saude-2019-2021-pdf.pdf
EURATOM. (2014). Diretiva 2013/59/Euratom do Conselho. Jornal Oficial Da União Europeia, 13, 1-73.
Frija, G., Hoeschen, C., Granata, C., Vano, E., Paulo, G., Damilakis, J., ... Ebdon-Jackson, S. (2021). ESR EuroSafe Imaging and its role in promoting radiation protection – 6 years of success. Insights into Imaging, 12 (3). https://doi.org/10.1186/s13244-020-00949-5
Kada, S. (2020). Knowledge of CT exposure parameters among Norwegian student radiographers. BMC Medical Education, 20 (302).
Lopes, C., & Almeida, C. V. (2019). Literacia em Saúde na Prática (1ª ed.). Edições ISPA. ISBN: 978-989-8384-57-7
Ribeiro, A., Husson, O., Drey, N., Murray, I., May, K., Thurston, J., Oyen, W. (2020). Ionising radiation exposure from medical imaging- A review of Patient’s (un) awareness. Radiography, 26, e25-e30
Santos, P. S. N., Granado, A. M. S. C., Girão, H. (2018). A Importância da Comunicação em Saúde. Revista Internacional em Língua Portuguesa. 33, 15-25. ISSN: 2184-2043
World Health Organization (2016). Communicating risks in paediatric imaging: information to support health care discussions about benefit and risk.